Como montar uma imobiliária

Como montar uma imobiliária

Tanto faz se você é um novato chegando agora no ramo imobiliário ou se é um corretor de imóveis experiente, se você deseja montar uma imobiliária, o caminho é o mesmo. Além do espaço físico, é preciso reunir uma série de documentos e pensar em como você vai divulgar a sua carteira de imóveis.

Para lhe ajudar nessa missão, reunimos nesse post os três pontos principais para você empreender no mercado imobiliário.

Estrutura da imobiliária

Diferentemente de um corretor autônomo, que pode atender em casa ou na rua, se você deseja abrir uma imobiliária, precisa montar uma estrutura, ainda que pequena.

O primeiro passo, é encontrar um local adequado. O ideal é apostar em um local de fácil acesso e que fique próximo à região que você pretende focar. Não faz muito sentindo se especializar em imóveis de uma região e colocar a imobiliária em outra.

Depois de escolhido o local, você vai precisar de algumas coisas básicas: mesa para trabalho e atendimento (pode ser uma mesa pras duas funções ou uma pra cada coisa), computador, impressora, telefone (celular e fixo) e acesso à internet, além de um espaço para guardar documentos de forma organizada.

Essa é a estrutura mínima, mas você pode montar uma imobiliária com muito mais recursos, de acordo com o que estiver disposto a investir. Da mesma forma, para começar, você precisa de um corretor de imóveis, que pode ser você, mas se tiver condições de ter uma equipe, também é uma boa opção.

Documentação da imobiliária

A questão burocrática é fundamental para que sua imobiliária possa funcionar de forma legal. O primeiro passo, é providenciar o seu CNPJ e os devidos registros junto a Secretária Estadual da Fazenda e a Junta Comercial. Você também precisa de alvarás da prefeitura e do Corpo de Bombeiros. Precisa ainda se cadastrar e pagar algumas taxas para a prefeitura e se enquadrar em um Sindicato Patronal.

Por fim, precisa registrar seu negócio junto ao CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) e garantir que você, e qualquer corretor que venha a fazer parte da sua equipe, também esteja registrado no CRECI.

Divulgação da imobiliária

Muitas vezes negligenciada, a parte de divulgação da sua imobiliária é fundamental para que os clientes cheguem até você. Por isso, o básico é contar com um site onde você possa mostrar toda a sua carteira de imóveis. Além do site, vale a pena investir também em um ou mais portais imobiliários para ganhar visibilidade.

E como você mesmo (ou alguém da sua equipe) vai precisar fazer a gestão desses imóveis, pode ser uma ótima saída contratar um software. Assim, você vai conseguir incluir, excluir e alterar imóveis em uma única base e o software vai replicar isso para seu site e para os portais.

Além disso, você pode e deve investir em outras formas de divulgação, especialmente no início: placas, panfletos, redes sociais, anúncios…

Você quer começar e ainda não conhece nenhum software? Que tal descobrir o Imobzi, uma opção com grande custo-benefício? Faça contato agora mesmo!

Comentários

Posts Relacionados