Como as pessoas buscam imóveis na internet

Como as pessoas buscam imóveis na internet

Que a internet é uma verdadeira revolução na vida das pessoas ninguém tem dúvida, mas nem todo mundo ainda conseguiu compreender na prática o que isso significa. O mercado imobiliário é um dos setores da economia que mais sentem essa mudança de comportamento, já que as velhas práticas de marketing offline tornaram-se completamente obsoletas. Se antes todos os esforços eram voltados para a venda pura e simples e o corretor simplesmente esperava o cliente chegar até ele, hoje é justamente o contrário. Por isso, é preciso entender como os clientes fazem a busca por imóveis na internet para adaptar a sua estratégia de divulgação de forma assertiva, gerando lucros reais para a sua imobiliária.

Usuário busca pela solução final na busca por imóvel na internet

O Google, maior site de busca do mundo, está sempre fazendo pesquisas sobre a forma de busca realizada pelos usuários e detectou que nada menos que 90% das pessoas que pretendem comprar, vender ou alugar um imóvel usam o ambiente online para fazer suas pesquisas. Dessas, 60% definem sua decisão também online. Não há como desprezar esses números, o que o corretor de imóveis deve fazer é justamente compreender como o usuário se comporta na internet e prove-lo de ferramentas para ele encontrar o que procura – no seu site imobiliário, claro. Isso começa pelas definições das palavras-chave, que são justamente as mais digitadas pelos usuários.

De acordo com o próprio Google, em 95% das vezes o consumidor busca pela solução final, e não por uma empresa. Por isso aquela velha história de “Imobiliária tal vende” já morreu há muito tempo. Se antigamente o nome da empresa podia fazer diferença na escolha, hoje o usuário quer saber primeiro quem tem o imóvel que ele quer e depois checar a idoneidade e competência do corretor ou da imobiliária. Claro que isso é importante, mas não na hora da busca. Por isso, ao fazer seus títulos é preciso estar de acordo com o comportamento do comprador para ser encontrado: use “apartamento 3 quartos em Botafogo”.

Dicas:

Dica: você pode descobrir as tendências de busca dos usuários usando o Google Trends, uma ferramenta que mostra dados estatísticos sobre os tipos mais usados, quando e como.

Outra dica: Use as pesquisas do Google para descobrir o perfil de quem busca imóveis pela internet. De acordo com elas, por exemplo, a maioria tem entre 25 e 34 anos, seguida pela faixa entre 35 e 44 (ambas representando 60% das pessoas) e a maioria é mulher (55,8%). Como as pesquisas são atualizadas constantemente, vale a pena ficar de olho.

Mais uma dica: As pesquisas apontam ainda que a maioria das pesquisas é feita através de desktops e notebooks (70%), seguida por celulares (25,7%) e tablets (4,3%). Como você não quer perder 30% dos clientes, tenha um site responsivo, que rode com facilidade em qualquer mídia.

Como as pessoas buscam imóveis na internet

Diversifique os meios para ser encontrado com mais facilidade

Ter uma boa presença online é fundamental para o corretor de imóveis, por isso ele não deve apostar todas as suas fichas em um único segmento. Além de seu próprio site imobiliário ele deve firmar parcerias com os maiores e mais importantes portais imobiliários, patrocinar anúncios e ter páginas nas redes sociais, pelo menos Facebook e Instagram.

Isso porque os motores dos sites de busca como o Google vão procurar os resultados para a pesquisa de imóveis dos usuários de acordo com alguns critérios, que incluem locais específicos em uma certa hierarquia: sites imobiliários (de corretores, imobiliárias e construtoras), portais imobiliários e os três primeiros resultados em anúncios patrocinados. Em quanto mais alternativas ele estiver presente, maiores são as suas chances. O usuário verá o que lhe parece mais interessante e clicará para dar início ao processo de contato.

O que o usuário espera encontrar quando clica no resultado da busca?

Agora chega a parte na qual você poderá prender ou perder de vez o seu cliente. Você deve montar seu site, anúncio ou post de acordo com a expectativa do cliente. O que ele espera encontrar? O que você esperaria no lugar dele? Informações precisas e descritivas sobre o imóvel, o bairro, as formas de acesso, sobre o preço e as formas de pagamento (se há financiamentos pendentes e com quem ou se é direto com o proprietário), e também fotos variadas de todos os cômodos, fachada, jardim, garagem etc, de bom tamanho de excelente qualidade. Fotos pequenas, malfeitas e informações parcas ou imprecisas são um verdadeiro gol contra.

A partir daí ele tem três atitudes a tomar: preencher o formulário pedindo mais informações a respeito (início da sua captação de leads) ou entrar em contato diretamente com o anunciante através de um telefone disponível; permanecer no mesmo site procurando por outros imóveis (continuando sua busca, mas agora no seu meio); ou sair e visitar um site concorrente.

O que fazer para manter o cliente no seu site?

Sabendo como ele faz sua busca por imóveis na internet fica muito mais fácil montar a sua estratégia de forma a se encaixar certinho no que ele espera, certo? Então as dicas são:

Mantenha seu catálogo de imóveis sempre atualizado e com todas as informações disponíveis de forma bem clara e precisa. Não economize nas fotos, caprichando na qualidade e no tamanho.

Faça títulos diretos, que correspondam à forma como ele faz busca na internet. Hoje, no novo marketing, não há lugar para os chamados títulos “matadores”, excessivos em adjetivos e superlativos. Esqueça termos como “imperdível”, “extraordinário”, “oportunidade”. Seu título deve ser direto – e seu o imóvel for realmente extraordinário e uma oportunidade imperdível, o próprio conteúdo convencerá o cliente disso.

Faça parcerias com os portais imobiliários. Os maiores e mais conhecidos têm seus próprios métodos de otimização do site com técnicas de SEO que potencializam ainda mais os resultados nos sites de busca.

Bem, agora é mão na massa para começar a criar todo o conteúdo que atenda às expectativas de quem busca por imóveis pela internet. Você está pronto?

Se quiser mais informação sobre o assunto, deixe sua sugestão aqui nos comentários que nós desenvolveremos ainda mais o assunto!

Comentários

Posts Relacionados