Como produzir vídeos imobiliários com Smartphone

Como produzir vídeos imobiliários com Smartphone

Os vídeos imobiliários são uma ferramenta poderosa no dia a dia do corretor de imóveis. Mesmo assim, muitos ainda relutam em usá-la por falta de informação ou por achar que é preciso equipamentos especiais (e caros) para isso.

Ledo engano. Hoje, mais do que nunca as inovações tecnológicas estão facilitando a vida do corretor e um bom exemplo disso são os cada vez mais completos smartphone.

Além dos aplicativos que otimizam a rotina diária e ajudam o corretor a ter mais assertividade nas ações, também é possível fazer vídeos imobiliários muito bons com os celulares inteligentes.

Claro que ter um bom smartphone, com uma câmera de qualidade sempre faz diferença. Mas basicamente, tudo o que você precisa são algumas dicas para o material encantar seus leads.

Afinal, uma das grandes formas de atração no mercado imobiliário são justamente as imagens, o que nos leva àquela velha história: a primeira impressão é a que fica.

Veja então como tornar seus imóveis super atrativos conseguindo o melhor efeito com os vídeos imobiliários feitos com smartphone!

Como produzir vídeos imobiliários com Smartphone

Conheça bem o imóvel antes de fazer o vídeo imobiliário

Essa é uma dica básica, mas não custa nada reforçar. Antes de começar a filmar, passeie pelo imóvel analisando bem os pontos altos e baixos do local.

Lembre-se que basicamente você vai fazer uma apresentação e não um vídeo imobiliário onde vocês vão desbravar juntos o espaço como se fosse um reality show.

Faça um pequeno roteiro

A partir daí, faça um pequeno roteiro, sempre priorizando os diferenciais do imóvel em seus melhores ângulos. Mas veja bem: não é uma questão de esconder defeitos, mas de ressaltar o que o local tem de melhor.

Pode ser a vista da janela, a marcenaria, o tamanho dos cômodos ou o sol da manhã – o que nos leva à próxima dica.

Anote tudo, inclusive a sua impressão pessoal sobre cada aspecto, e procure fazer um roteirinho contando uma história.

Pode ser entrando pela porta principal e simulando uma visita, mostrando principalmente o que o imóvel pode oferecer ou, por exemplo, fazendo uma narração sobre os principais destaques.

Organize o imóvel

Um bom vídeo imobiliário sempre tem uma produção caprichada. Isso significa arrumar o ambiente, removendo bagunça e itens pessoais dos antigos moradores – se houver.

Vale limpar o local, colocar algumas plantas, criar um ambiente clean, mas natural. Tire também tudo o que gerar polêmica, como símbolos religiosos, de times de futebol, política, etc.

Pense também na harmonia. Se a ideia é ressaltar um clima praiano, não devem aparecer itens que remetam ao frio.

Como produzir vídeos imobiliários com Smartphone

Faça o vídeo imobiliário durante o dia

O horário em que a iluminação natural é mais plástica é antes das 11h e depois das 16h. Nesse período da tarde a luz fica muito “chapada”, interferindo no resultado final.

Claro que pode ser interessante fazer alguns takes à noite, principalmente se a iluminação do condomínio valoriza o ambiente, convidando os moradores para o uso do espaço comum também à noite.

Se os serviços e a área de lazer também formem um diferencial, vale incluí-los no final do vídeo.

Fique de olho na duração do vídeo

Quando o imóvel é bom de ser trabalhado dá vontade de mostrar cada detalhe, certo? Esse é mais um motivo para o corretor fazer um pequeno roteiro.

O ideal é que o vídeo imobiliário tenha entre 1 e 3 minutos de duração, com takes curtos, de 10 a 15 segundos cada. Caso contrário, é grande o risco de se perder em detalhes e acabar deixando passar o que importa ou mesmo de o material ficar chato.

Cuidado com estes 12 detalhes técnicos

Fazer vídeos imobiliários com smartphone também requer alguns cuidados com detalhes técnicos. Confira alguns:

  1. Mantenha o celular na horizontal, que é o melhor formato para divulgação no Youtube ou no Facebook, por exemplo. No entanto, se a ideia for gravar para o Instagram, a melhor posição de gravação é a vertical. Defina o formato quando fizer o roteiro, mas nunca comece gravando de uma forma e termine de outra.
  2. Faça movimentos suaves ao mudar de cenário. Mostre do chão ao teto, partindo então para as laterais, em um ângulo de 180º.
  3. Use um tripé de chão sempre que possível. Ele mantém a imagem estável, facilitado as tomadas. Filmar na mão é possível, mesmo com um suporte manual, mas a chance de as imagens ficarem tremidas e desconfortáveis é maior.
  4. Para caminhar pela casa o tripé pode atrapalhar, a opção é comprar um Dolly, uma espécie de base com rodinhas para o tripé. Os tripés de mesa, que também servem como pau de selfie, também são uma opção para fazer takes sem tremer.
  5. Conheça bem o seu celular. Antes de começar a produzir vídeos imobiliários com o smartphone, faça um “tour” pelos recursos da câmera do celular. É importante conhecer bem o seu equipamento para aproveitar os recursos da melhor forma.
  6. Use sempre a melhor câmera. Geralmente ela é a traseira – ou o conjunto de câmeras traseiro – que tem a melhor definição e a melhor captação de luz. Aliás, é sempre bom conferir se a lente não está suja ou arranhada, porque isso interfere no resultado final.
  7. A melhor luz para fazer vídeos imobiliários é a natural, mas cuidado para não gravar de encontro a luz, com a janela aberta ao fundo, por exemplo, porque o branco vai “estourar”.
  8. A luz artificial ajuda a preencher os ambientes, então mesmo durante o dia é interessante que esteja acesa. Entretanto evite gravar apenas com ela, porque podem ser criadas sombras indesejadas no vídeo imobiliário.Como produzir vídeos imobiliários com Smartphone
  9. Use as grades de enquadramento, que podem ser ativadas na maioria dos smartphones. Use o quadrado central para enquadrar o ponto mais interessante daquele take.
  10. Faça uma pequena edição. Há vários programas e aplicativos que permitem uma edição rápida e fácil no próprio celular. Claro que você pode gravar e enviar, mas geralmente o material bruto não é a melhor opção.
  11. A edição pode ser simples e eficiente: corte o início e o fim da filmagem e ajeite a ordem das imagens de acordo com o seu roteiro – ou em ordem cronológica.
  12. Se for fazer algum tipo de narrativa, use sempre uma linguagem amiga, coloquial e bem natural. Afinal, seus clientes devem sempre ser considerados seus melhores amigos.

Agora é só você, corretor, publicar e enviar seus vídeos imobiliários de acordo com a sua estratégia de marketing e potencializar seus resultados!

Já conhece o melhor sistema para imobiliárias e corretores do mercado? Venha experimentar gratuitamente o Imobzi e descubra tudo o que ele pode fazer pelos seus negócios!

Comentários

Posts Relacionados