Como ter um bom controle do fluxo de caixa da sua imobiliária

Como ter um bom controle do fluxo de caixa da sua imobiliária

Você já reparou como o dia a dia do corretor de imóveis é corrido, claro. Prospecção de imóveis e de clientes, visitas, reuniões, reciclagem de conhecimentos, networking – isso sem falar em todos os aspectos que envolvem o desenvolvimento de um relacionamento de confiança com o cliente, claro. Afinal, é preciso construir uma base sólida como expert no mercado.

Por isso mesmo, é comum o corretor acabar deixando outros aspectos de lado, como os administrativos. Nas imobiliárias de menor porte, por exemplo, muitas vezes é o próprio corretor imobiliário que acaba fazendo tudo, ou pelo menos tentando. O problema é quando um dos pontos mais importantes de toda essa parte chata acaba sendo negligenciado: o fluxo de caixa.

No entanto, gerenciar todas as receitas e despesas não precisa ser um bicho de sete cabeças, hoje a tecnologia se tornou uma aliada poderosa para a boa gestão imobiliária. Para ajudar você a administrar ainda melhor o seu negócio nós separamos algumas dicas bem legais e importantes. Vem com a gente, descubra nossos truques para manter seu fluxo de caixa saudável e comece a colocar tudo em prática agora mesmo!

 

Mantenha receitas e despesas devidamente segmentadas

Como as movimentações financeiras têm destinos e origens diferentes, entradas e saídas de caixa bem identificadas facilitam seu controle. Você pode fazer a segmentação em relação a vendas ou locação, ao tipo de negociação (residencial ou comercial), despesas fixas (agência de marketing) ou variáveis (comissões, taxas de luz, condomínio, impostos etc). Saber exatamente se onde seu dinheiro está vindo e para onde ele está indo favorece o controle do fluxo de caixa para imobiliárias.

Fluxo de caixa demonstra a saúde financeira do seu negócio

Por outro lado, pense bem: identificando cada entrada e cada saída você consegue ver onde está gastando a mais ou onde o dinheiro está sendo bem empregado, claro. Mas você tem que saber, também, o que significa essa diferença entre eles: é ela que dará o tom da saúde financeira do seu negócio.

É através dela que você poderá avaliar a eficiência dos seus corretores, se as vendas estão realmente alcançando as metas estipuladas ou se está na hora de mudar de estratégia. Lembre-se que você deve buscar sempre formas de otimizar resultados, ganhando cada vez mais sustentabilidade e gerando qualidade no atendimento de seus clientes. É preciso saber analisar o que realmente está funcionando e o que não está para tomadas de ações assertivas.

Como ter um bom controle do fluxo de caixa da sua imobiliária

Defina seu orçamento todos os meses – e procure se manter nele

Não importa o tamanho do seu negócio, para manter um bom fluxo de caixa para imobiliárias é muito importante definir um orçamento mensal e procurar se manter nele. Isso parece óbvio, básico? Só que, na prática, é impressionante a quantidade de corretores que acabam perdendo o controle e deixando para acertar no mês seguinte. O resultado é uma boa de neve que pode tornar a situação bastante difícil.

Uma boa forma de conseguir isso é separando as suas despesas pessoais da imobiliária. A junção de ambas é bastante comum entre os corretores autônomos, mas a verdade é que deixar tudo misturado é um perigo para as finanças.

Corte todos os custos desnecessários

Os custos dentro de uma empresa são iguais às nossas unhas e cabelos: se não cortar, não param de crescer. E é claro que, como em qualquer outro negócio, uma imobiliária também tem suas gordurinhas. tenha bem claro em sua mente qual a exata função de cada colaborador na sua imobiliária. Talvez haja vários serviços que possam ser automatizados, como o envio de e-mails, de alertas sobre pagamento, de boletos para inquilinos, transferências bancárias, atendimento telefônico inicial, organização de agenda etc.

Um software imobiliário com CRM (Customer Relationship Manager), por exemplo, pode automatizar essas e outras funções, diminuindo o risco de erro humano, reduzindo custos com retrabalho, com contas de telefone, etc. Em média, um bom sistema imobiliário consegue fazer o trabalho de até três funcionários, reduzindo consideravelmente as suas despesas mensais.

 Como ter um bom controle do fluxo de caixa da sua imobiliária

Tenha um software para imobiliária que inclua o controle financeiro

Não é à toa que um número cada vez maior de imobiliárias adere às benesses da tecnologia. No entanto, nem todos os softwares imobiliários incluem o controle financeiro automatizado, por isso saber escolher o sistema certo é fundamental para deslanchar suas vendas e organizar melhor suas finanças. Assim você economiza tempo e ganha muito mais segurança nos seus registros.

Muito se engana, por exemplo, quem imagina que esse controle financeiro precisa ser alguma coisa grande e complicada. Muito pelo contrário, os melhores softwares trazem justamente o básico,que é o que você precisa para a sua imobiliária: contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa e conciliação bancária, além de plano de contas e centro de custos, por exemplo.

Viu como pode ser mais fácil do que você imagina manter seu fluxo de caixa em ordem e melhorar cada vez mais a saúde financeira da sua imobiliária?

Como ter um bom controle do fluxo de caixa da sua imobiliária

E você, já utiliza um software imobiliário para controlar seu fluxo de caixa? Com tem sido desde que adotou o sistema? Compartilhe conosco a sua experiência!

Comentários

Posts Relacionados