Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

O mercado imobiliário sempre foi conhecido por sua alta competitividade. No entanto, além de todo o seu conhecimento, em época de crise o corretor de imóveis precisa exercitar, também, a sua criatividade.

Por conta da pandemia do coronavírus, por enquanto o cenário ainda é de espera – mas não de braços cruzados. Afinal, quarentena não é férias.

Apesar da quarentena reduzir o movimento da economia em praticamente todos os setores, essa é a hora certa para o corretor de imóveis estudar as novas tendências e adaptar estratégias.

Mudanças profundas estão ocorrendo e muitas delas deverão dar novo rumo às relações pós-quarentena.

De acordo com os especialistas, é muito provável que passe a haver um maior distanciamento social, reação natural para evitar novas contaminações.

Com isso, os serviços online ganham ainda mais peso, o que torna imperativo o investimento em tecnologia. No entanto, antes de mais nada é preciso abrir a mente para entender a nova realidade que está se formando.

Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

Corretor de imóveis: transforme a crise em oportunidade

A carreira de corretor de imóveis sempre foi dinâmica. Afinal, é preciso estar atento às mudanças nos hábitos de consumo para trabalhar com o produto certo, da forma certa e para o público certo.

A questão, então, é analisar as mudanças para transformar a crise em oportunidades. Para isso, é importante lembrar que o corretor de imóveis lida com sonhos, com esperanças e expectativas.

Então use a sua profissão para mostrar às pessoas que vale a pena pensar adiante e apostar no futuro.

A compra de um imóvel pode significar segurança de viver no que é seu, um investimento para viver de renda, uma mudança para se afastar de lembranças ruins ou dar a si mesmo uma nova chance de vida.

Qual o sonho do seu cliente? O que ele espera para depois da pandemia? Trocar o apartamento por uma casa e ter mais espaço para a família? Ter a segurança de um segundo imóvel alugado? A independência de viver sozinho? Como você pode ajudar para que ele comece hoje a construir a sua felicidade pós-quarentena?

Tenha em mente duas coisas:

  1. O processo de compra de um imóvel não acontece de uma hora para a outra. Então comece hoje a envolver o cliente, sem esquecer que essa será uma venda a longo prazo.
  2. Imóveis continuam sendo o bem mais seguro. Então, há sempre pessoas pensando em investir, mesmo nos períodos de crise.

Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

Analise os possíveis rumos do mercado

Os tempos de coronavírus são cheios de incertezas, mas algumas tendências foram aceleradas e deverão se consolidar definitivamente. Outras estão surgindo, mas merecem a atenção do corretor de imóveis.

Home office

De acordo com os especialistas, tudo indica que a modalidade deverá ser adotada nas empresas mesmo após a Covid-19 para as funções que podem ser desempenhadas à distância.

Isso deve desencadear dois rumos para o mercado imobiliário. Um deles é a busca por imóveis que permitam um pouco mais de privacidade no home office.

Apesar da mobilidade cada vez maior dos equipamentos, a interferência pode ser contraproducente nas famílias maiores.

Por outro lado, o home office dispensa a necessidade de morar próximo ao trabalho. Assim, a modalidade, aliada à tendência do distanciamento social voluntário, deve aumentar a busca por imóveis mais distantes dos grandes centros, onde a concentração de pessoas é menor e o ar mais saudável.

Casas de veraneio

Sonho de consumo de boa parte da população, a casa de veraneio começa a mudar de status. Em tempos de coronavírus elas têm servido de refúgio para famílias que vivem em apartamentos e querem fugir do contato com os vizinhos.

Com os serviços e áreas de lazer fechados nos condomínios, as casas de veraneio oferecem mais espaço e áreas ao ar livre, principalmente para crianças e idosos.

Além disso, as unidades costumam ser mais distantes, sem necessidade de contato direto com outros moradores no elevador, por exemplo, reduzindo as chances de contágio.

Por outro lado, a facilidade de acesso à internet e o crescimento dos serviços de delivery também contam a favor da mudança, que já é considerada como opção definitiva por várias famílias.

Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

Crie diferenciais de atendimento

Com ou sem coronavírus, uma coisa é certa: não tem quem não goste de ser bem atendido. E o (bom) atendimento é o grande diferencial do corretor de imóveis.

Uma vez antenado com os rumos do mercado, é preciso saber o que oferecer a quem. E não se engane: o coronavírus pegou o mundo de surpresa, mas faz parte da natureza humana fazer planos para o futuro. E nele com certeza estão boas oportunidades de negócio.

Por isso, aproveite esses dias mais vagarosos para estudar sua carteira de clientes. Quantos pararam a negociação? Será que não é uma boa época para conseguir melhores condições e fechar o negócio?

Não esqueça que a negociação de locação também faz parte de um bom atendimento. Assim é possível evitar problemas sérios de inadimplência e manter a roda de negócios girando.

Aumente sua disponibilidade

Estar sempre disponível é um verdadeiro compromisso para o corretor de imóveis de sucesso. No entanto, nessa época é ainda mais importante aumentar sua disponibilidade o máximo possível para não perder nenhuma oportunidade.

Amplie seus canais de atendimento online, oferecendo o máximo possível de opções para contato. O chatbot, por exemplo, é uma ótima dica para não perder nenhuma chamada na sua imobiliária. O tempo de espera cai para zero e você reduz a chance do prospect migrar para a concorrência.

Corretor de imóveis: como se adaptar durante a crise?

Amplie sua presença online

Mais do que nunca as pessoas estão online, por isso é na internet que a sua presença precisa estar mais fortalecida. Invista no marketing digital, oferecendo conteúdos que ajudem seus clientes nesses tempos difíceis.

Ofereça seus imóveis, claro, mas também mostre o lado humano por trás dos negócios.

Escolha assuntos relevantes e atuais, como dicas de higiene para evitar o contágio, medidas de precaução se tiver que sair de casa, dicas para o home office, ideias de decoração e arquitetura, etc.

Além disso, mesmo durante a quarentena o corretor de imóveis pode investir no seu networking. Ao fazer parte de uma rede social de negócios você conhece outros corretores, consolida amizades e conquista parcerias valiosas.

Mostre que se importa com seus clientes

Muitas pessoas não conhecem todas as ferramentas que o corretor de imóveis pode disponibilizar para seus clientes.

Então divulgue as iniciativas que sua imobiliária toma para manter um atendimento de qualidade mesmo à distância.

Mostre que é possível visitar imóveis e até fechar locações online com a imobiliária digital. Divulgue as facilidades da visita virtual, mostre vídeos, fotografias panorâmicas e em 360º, por exemplo.

Mantenha um site responsivo e veloz e não abra mão de um sistema para imobiliária completo, com todas as ferramentas que o corretor de imóveis precisa para fechar excelentes negócios – em qualquer época do ano.

Aproveite para conhecer gratuitamente o Imobzi, um único software que garante a melhor experiência do CRM à gestão de locação e financeiro!

Comentários

Posts Relacionados