Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

As vendas estão caindo, o movimento está cada vez mais fraco, será que o mercado para o corretor imobiliário está saturado? Claro que não, muito provavelmente você é que não está sabendo usar as ferramentas certas que tem à sua disposição para apresentar imóveis.

Não, e não pense que só porque você já tem anos no mercado imobiliário isso não pode acontecer. Se para quem está começando a inexperiência pode ser um problema, para o corretor imobiliário que já se sente estabilizado achar que já domina todas as técnicas – ou ficar acomodado – pode colocar tudo a perder. Colocar a culpa no mercado não vale.

Por exemplo, você sabe realmente fazer  um bom uso das fotos no seu site imobiliário e nos seus anúncios? Será que suas fotos vendem de verdade seus imóveis? Ou será que, no fundo, no fundo, você faz as imagens mais por desencargo de consciência e acha que elas não fazem tanta diferença assim?

Bem, se esse é o seu caso e você acha que tem coisas mais importantes para tratar do que ficar fazendo fotos – os clientes que vejam tudo pessoalmente – saiba que está traçando um caminho totalmente oposto ao do sucesso na carreira.

Hoje o corretor imobiliário que não compreende a importância que as fotos têm para a atração de clientes perde feio para a concorrência. É claro que ninguém está dizendo que você deve ser um fotógrafo profissional, a ideia aqui não é essa.

Mas a seguir você vai ver que com algumas dicas e truques é possível produzir fotos que vendem e encurtam o seu tempo de negociação, potencializando sua comunicação imobiliária.

Então, pronto para começar? Preste atenção nessas dicas e compreenda porque fazer fotos que vendem é tão importante para o corretor imobiliário!

Primeiro, vamos entender porque caprichar nas fotos é tão importante para o corretor imobiliário

Como corretor imobiliário antenado com as coisas da sua profissão, você já deve ter ouvido falar que o comportamento do consumidor mudou com a internet – e que é preciso acompanhar essa mudança de comportamento, é claro. Mas mudou como?

A vida moderna fica cada vez mais complicada, mesmo com a crescente valorização das coisas simples e a compreensão de que a qualidade de vida tem influência direta na produção, as pessoas ainda continuam sem tempo. E o pouco tempo livre que têm querem estar com a família e os amigos.

Por isso, muito dificilmente alguém vai tirar algumas horas do seu dia para ir até a sua imobiliária, e sentar calmamente para ver todas as suas ofertas de imóveis. Até por um motivo muito simples: com a internet, ninguém mais precisa fazer isso.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

E não faz mesmo. Basta ver os dados do próprio Google, segundo os quais 90% de todas as transações imobiliárias nascem e se desenvolvem no ambiente online. Claro, é muito mais fácil acessar sites ou portais imobiliários do próprio computador do trabalho ou do smartphone na hora do almoço do que ir fisicamente de corretor em corretor imobiliário.

E o que o consumidor espera encontrar na web? Todas as informações possíveis sobre um imóvel, de forma que, quando ele tiver que marcar uma visita, ele tenha o máximo possível de certeza que é aquilo que ele quer. E o legal é que isso não poupa tempo apenas do cliente em potencial, mas também do corretor imobiliário, que não fica fazendo atendimentos nem visitas à toa, certo?

Mas todo mundo sabe que, por melhor que seja uma descrição, nada substitui boas fotos. Então se o cliente puder praticamente “viajar” pela casa que está sendo oferecida, conhecendo seus cômodos e até vendo a vista que se tem das janelas, mais ele já se sentirá lá. E terá mais vontade de conhecer – ou partir para o imóvel seguinte, navegando pelo seu site.

Para isso, você deve estar pensando, é preciso ter muitas fotos no site imobiliário. Sim, com certeza. Então o que você deve fazer é ter um site robusto, mas leve, que seja rápido o suficiente para não deixar que o cliente migre para a concorrência, com design bonito e intuitivo, de fácil navegabilidade, que rode bem em qualquer mídia (seja responsivo) e que suporte com facilidade todas as informações e fotos que você tiver que colocar de cada uma de suas ofertas.

Agora vem outro problema, que é como fazer fotos que realmente vendam. Sim, porque não é apenas mirar a lente e apertar um botão. O corretor imobiliário deve colocar fotos de qualidade, tanto em tamanho quanto definição, mas também em relação ao ângulo, etc.

Lembre-se que, da mesma forma que um site rápido e responsivo, a qualidade das fotos também ajudam a ranquear melhor no Google, impulsionando sua imobiliária para os primeiros 10 resultados da busca orgânica.

Difícil fazer fotos assim, vai ter que contratar um fotógrafo de plantão e não quer gastar com isso? Nada disso, agora você vai ver como é possível – e fácil – fazer fotos que vendem com um equipamento semi-profissional ou com o que você já tem: seu próprio smartphone.

Como o corretor imobiliário pode fazer fotos que vendem sem gastar quase nada

Hoje a maioria dos smartphones têm uma boa câmera, e é claro que quanto maior for a resolução, melhor. Mas nem é necessário ter muitos recursos, até porque o corretor imobiliário pode baixar aplicativos de edição de fotos que o ajudarão ainda mais a criar fotos que vendem.

Mas é preciso prestar atenção em alguns conceitos básicos de fotografia para aproveitar ao máximo cada uma delas. E se não sair muito bem no início, não desanime. Basta escolher as melhores ou apagar e fazer tudo de novo. Logo, logo você pega o jeito e vai bombar nas suas fotos online.

Saia da caixa e aprenda a direcionar o seu olhar para as fotos

Então, basicamente, o que o corretor imobiliário tem a fazer é fazer o cliente em potencial gostar do que está vendo. Quando chegar ao imóvel, em vez de simplesmente sair fotografando, procure por diferenciais. O piso é de madeira corrida? Há ladrilhos hidráulicos na cozinha? Os armários são o ponto alto do quarto? Qual o banheiro mais bonito? O jardim encanta assim que se chega ou a varanda é o point da casa?

Procure em cada cômodo o que ele tem de melhor, mas busque o melhor ângulo. Evite fazer fotos de portais e elementos que dividam muito o ambiente – a menos que a divisória em si seja o charme do local.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Iluminação adequada faz toda a diferença na hora das fotos

A melhor iluminação para as fotos imobiliárias é a natural, então fotografar à noite ou nos dias nublados. Abra todas as janelas e portas e deixe a luz do sol entrar. Se, mesmo assim, o ambiente ficar escuro, acenda também a iluminação artificial.

Mesmo em relação à luz natural, no entanto, há as melhores horas do dia. A iluminação é mais bonita na parte da manhã, entre 8h e 10h30m. A partir daí o sol já começa a ficar muito alto, deixando a foto “chapada”. No período da tarde, as sombras começam a ser formadas, o que também não deixa a definição ser muito boa. Nesse horário, evite principalmente a fachada.

O entardecer costuma dar uma luminosidade plástica, mas também pouco definida, sendo melhor para fotos artísticas – que não é o seu caso. No entanto, vale usar o bom senso. Se a casa ou apartamento tem uma vista especialmente bonita ao entardecer – voltada para a praia ou a montanha, por exemplo – pode valer a pena voltar lá à tardinha para fazer a foto como um diferencial do imóvel.

Atenção também para outro aspecto em relação à iluminação: seja qual for o horário do dia, evite fazer fotos contra o sol. Isso fará com que o ambiente fique escuro. Evite também reflexos do sol ou do flash em vidros e espelhos que desviam a atenção e modificam o ambiente.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Corretor imobiliário apenda a usar o ISO a seu favor

ISO? Sim, o ISO é um recurso que geralmente se encontra no menu das câmeras, mesmo nas de smartphones e que ajuda o corretor imobiliário a potencializar a luminosidade das fotos. Ele deve variar de acordo com a luminosidade que há no ambiente, mas de uma forma geral, quanto mais baixo, mais escura fica a foto.

A dica, aqui, é começar com um valor de ISO 50 e subir, experimentando as fotos, até 400. Isso o ajudará a regular a luz tanto nos ambientes internos quanto externos – até porque, lembre-se, luz demais também atrapalha.

Aprenda a encontrar o melhor ângulo para suas fotos

E como fazer fotos dos ambientes? De parede em parede? Não, o corretor imobiliário deve evitar fotos chapadas, que são pouco atrativas. Um dos cantos do cômodo terá a foto ideal – o que não significa que você não deve fazer fotos dos outros ângulos também.

Para descobrir qual o melhor canto, passeie pelo cômodo antes de fazer a foto, parando em cada um dos quatro cantos. Veja, analise, e escolha um enquadramento que valorize o local. Evite linhas convergentes que deformam a perspectiva.

O ideal, também, é que a foto seja feita na altura do olhar de quem está vendo o imóvel para evitar distorções do quadro. Isso vale tanto para fotos internas quanto externas. Então nada de procurar dar um ar de grandeza a uma fachada fotografando-a de baixo, por exemplo. A menos, é claro, que se trate de um edifício, aí não tem jeito. Mas de uma forma geral, as fotos devem valorizar o imóvel, mas não criar falsas expectativas.

Há ainda uma outra forma de buscar o melhor ângulo das fotos, como a regra das três paredes por exemplo. A ideia, aqui, é enquadrar horizontal ou verticalmente três paredes – ou teto + parede + piso.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Corretor imobiliário, agregue valor na hora da decisão final através das fotos

Pode ocorrer de o imóvel ainda estar ocupado na hora em que o corretor imobiliário for fazer as fotos, o que, muito provavelmente, vai gerar alguma bagunça. Peça com jeitinho para os moradores atuais removerem seus pertences, como roupas e objetos pessoais, e procure manter o ambiente o mais arrumado possível.

Veja se nos quartos as camas estão bem forradas, alinhe travesseiros, tire cestos de roupa suja ou toalhas penduradas. Nos banheiros, certifique-se de que a tampa do vaso está fechada. A ideia, aqui, é evitar qualquer referência a outros moradores.

Se o imóvel estiver vazio, arregace as mangas e mãos à obra. Dependendo do estado, vale até fazer uma faxina: limpe o chão para que ele fique brilhando, as janelas, arrume as cadeiras em torno da mesa, disponha melhor cadeiras, poltronas e pufes. Evite qualquer tipo de poluição ou interferência visual.

Se estiver em obra, afaste baldes e latas de tinta e qualquer material que indique o estado da casa, a menos que seja absolutamente impossível fazê-lo. A ideia é fazer com que o cliente sinta-se morando no local – e ninguém gosta de morar em uma casa em obra.

Na hora de fazer as fotos da piscina, o corretor imobiliário deve ficar em ficar em um nível elevado, como uma escada de três graus, para que ela tenha um bom efeito de profundidade

A rua é tranquila? Há comércio por perto, restaurantes famosos? O que se vê da janela? A área de lazer do condomínio é privilegiada? O corretor de imóveis pode agregar valor na hora da decisão final através das fotos mostrando esses diferenciais.

E lembre-se, faça várias fotos do mesmo local para escolher as melhores. Esse é um trabalho que pode levar algum tempinho, mas pode fazer toda a diferença entre a venda ou não do imóvel.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Mantenha seu foco no que está fazendo: suas fotos

O corretor imobiliário deve manter seu foco no que está fazendo, evitando se dispersar. Então procure ir ao local sozinho ou com alguém que realmente entenda de fotografia, assim qualquer colaboração será bem-vinda. Mas colaboração de quem não entende nada do assunto só ajuda a distrair a atenção.

Para isso é importante levar em conta alguns pontos:

Não tenha pressa. Tire uma manhã inteira para fazer as fotos, se não ficarem boas, volte na manhã seguinte. Com o tempo você as fará de forma cada vez mais rápida e automática.

Não trema. Sua mão deve ficar firme para que as fotos não saiam tremidas. Se acha que não vai conseguir, leve um tripé. Há acessórios específicos para celular e para câmeras fotográficas.

Fique no conceito de lar aconchegante. Faça o que for necessário para que o cliente tenha essa impressão ao olhar suas fotos. Leve almofadas, coloque flores na mesa. Mas cuidado para não exagerar e o local ficar parecendo uma vitrine.

Se o corretor imobiliário tem condições, a câmera fotográfica sempre será melhor, já que ela é um equipamento desenvolvido especialmente para isso. Você não precisa comprar uma câmera profissional para fazer boas fotos, mas pode apostar em uma semi-profissional, que tem mais recursos.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Se usar o celular, certifique-se que a câmera não tem menos de 5 megapixels. Mas lembre-se de que as fotos devem estar sempre em alta resolução, optando pela máxima do dispositivo, seja ele qual for.

As fotos deverão ocupar bastante espaço no dispositivo, então verifique sempre se há memória disponível suficiente. Hoje, diversas câmeras e smartphones já salvam as fotos diretamente em nuvem, mas se este não for o caso, use um cartão SD para ampliar a memória.

Aplicativos ajudam o corretor imobiliário a produzir as melhores fotos

Se você usa o smartphone, há vários aplicativos que podem ajudar o corretor imobiliário a melhorar ainda mais suas fotos – inclusive as feitas pela câmera fotográfica.

E não se espante, muitos deles são usados mesmo pelos fotógrafos profissionais, e são bastante fáceis de utilizar. Conheça alguns que separamos para vocês:

TADAA

Vai divulgar seus imóveis nas redes sociais? O TADAA é bastante parecido com o Instagram, só que com filtros mais complexos e deixa as fotos ainda mais perfeitas – e com um ar bastante profissional, o que é muito importante para o corretor imobiliário.

Phototreats

A versão paga tem mais recursos que a gratuita, mas essa última tem suas vantagens, como pacotes visuais bem interessantes. O My Stiles, por exemplo, tem filtros mais suaves que oferecem um efeito melhor para a vista do apartamento.

Para os ambientes já decorados, a dica é usar o MyEats, mais forte e vibrante. Já para controlar a iluminação de forma manual, o ideal é o MyDay.

Camera+

Verdadeiro queridinho dos corretores imobiliários, o Camera+ transforma a câmera é excelente para iOS, fazendo com que seu iPhone trabalhe como uma verdadeira câmera profissional. Isso significa que é possível controlar manualmente todos os recursos antes de fazer a foto. É pago, mas vale a pena. Já a versão para Android não está sendo muito bem aceita pelos usuários.

Photoshop Express

Esse app é para quem quer um clássico dos editores de fotos diretamente em seu smartphone. O Photoshop permite todos os ajuste finais, além de um painel de dicas bastante interessantes para o corretor imobiliário.

É claro que os aplicativos não vão fazer milagres – e por isso mesmo o corretor imobiliário deve prestar bastante atenção nas nossas dicas – mas ajudam a melhorar e a corrigir algumas imperfeições antes de serem incluídas no anúncio ou no site imobiliário.

Como apresentar as fotos no site imobiliário

Fotos feitas, escolhidas e editadas é hora de colocá-las no site imobiliário e/ou anúncios. No entanto, também agora é preciso atenção para o corretor imobiliário potencializar o efeito que elas devem ter em seus clientes em potencial.

Não basta jogá-las de qualquer forma, a dica aqui é apresentar o imóvel através das fotos na mesma ordem que o cliente se o estivesse visitando. Seguindo a ordem natural, coloque então fachada, hall, sala de estar, quartos, cozinha etc. Assim o corretor imobiliário estará realmente criando fotos que vendem.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Fotos 360º, será que valem a pena?

O consumidor está sempre ávido por novidades, e os clientes imobiliários não são diferentes. Há alguns anos começou uma tendência que agitou os sites especializados: as fotos em 360º. Mas será que valem realmente a pena?

A foto tradicional é estática, enquanto a foto 360º dá ao cliente a sensação de estar realmente no ambiente, passeando por seus ângulos de acordo coma  movimentação do mouse. No entanto, apesar de a tecnologia já não ser uma novidade, ela ainda é cara, e produzida por empresas especializadas.

As variações de preço, no entanto, podem chegar a 500%, por isso se a ideia é fazer fotos 360º ou tour visual, pesquise bastante antes de contratar um profissional.

Também é possível comprar a câmera específica para este tipo de fotos de produzir-las internamente, mas também deve haver um investimento que varia entre R$ 1.500 e R$ 2.200 em equipamento.

Nesse caso, você deve observar o melhor custo benefício para a sua imobiliária, lembrando que pode haver custos com a manutenção da câmera e um possível treinamento da equipe para lidar com ele.

Vale lembrar que hoje a maioria dos smartphones também faz fotos panorâmicas, além de haver aplicativos próprios para tal.

Corretor imobiliário: fotos que vendem!

Pesquisa mostra porque as fotos vendem

Se depois de tudo isso o que mostramos aqui você ainda não está convencido sobre a importância das fotos, vale a pena saber o que mostrou uma pesquisa realizada pela Dominium University, nos Estados Unidos.

Segundo o estudo, as pessoas passam 60% do tempo analisando fotos quando estão à procura de um imóvel para comprar ou alugar. Por isso, mais do que um diferencial, o corretor imobiliário que não sabe utilizar as fotos para vender seus imóveis com certeza fica atrás da concorrência.

Agora que você já sabe como fazer fotos que vendem de verdade, não vai querer ser um corretor imobiliário do passado, vai? Então comece agora mesmo a incrementar seu site imobiliário e alavancar suas vendas – e depois conte para nós os resultados!

Comentários

Posts Relacionados