Falhas no marketing imobiliário digital

Falhas no marketing imobiliário digital

Você lê um bocado sobre o assunto, se esforça para fazer tudo certinho, mas mesmo assim não está tendo o resultado esperado com o marketing imobiliário digital? Já está achando que é tudo conversa jogada fora e que o negócio é voltar à sua estratégia antiga? Antes de fazer isso, pense bem: mesmo quando se sabe muito de determinado assunto, é muito difícil acertar sempre, imagine então em uma ambiente novo como a internet. E é por isso que é preciso que o corretor imobiliário fique atento a alguns problemas que podem ocorrer em relação à sua campanha de marketing digital, porque ela pode esconder alguns detalhes que podem fazer uma grande diferença no resultado final. E calma, você não é o único e nem será a primeira vez. O negócio é procurar identificar as falhas e corrigi-las de forma assertiva. De uma forma geral, há uma grande tendência de os corretores errarem nos mesmos pontos, então veja se o seu não é um (ou vários) destes casos.

Egocentrismo digital: mais comum do que você imagina 

Claro que não é por querer, mas é bastante comum termos a tendência de falarmos bastante apenas do nosso produto – afinal a divulgação é para que, não é mesmo? Só que no marketing imobiliário digital as coisas não funcionam bem assim. O que mais gera tráfego para os motores de busca – e consequentemente leads – são justamente os conteúdos relacionados aos seus imóveis, porque o conteúdo específico, ou seja, aquele em que você só trata do imóvel ou da imobiliária especificamente, não cria um relacionamento de confiança com o usuário, apenas mostra a ele o que você tem. Hoje, é mais importante oferecer soluções, que mostrem o que você pode fazer por eles, do que apenas mostrar o seu produto, no caso os imóveis.

Não ter seu público alvo bem definido

Definir bem o(s) seu(s) público(s) alvo(s) é essencial para criar estratégias específicas, oferecendo soluções que se encaixam no perfil de cada grupo. Para isso, é preciso segmentar a sua base de leads e saber direcionar a sua campanha de marketing imobiliário digital. Quanto mais personalizada a mensagem, mais assertiva ela será.

Este é outro vício do marketing antigo, offline, mandar o mesmo e-mail ou anúncio para todo mundo: porque no meio daquele “todo mundo”, muito poucos estarão realmente interessados naquele imóvel. O que é mais eficiente: oferecer um apartamento em Ipanema para quem procura um apartamento de frente para o mar ou para quem procura uma casa na Penha? Segmentação é tudo pense nisso.

Não conhecer bem seus clientes 

O marketing imobiliário digital oferece muito mais ferramentas do que o marketing tradicional, mas é preciso saber usá-las. Por exemplo, como você já viu anteriormente, quanto mais personalizado o atendimento ao cliente, mais condições você terá para ações assertivas, ou seja, você terá mais embasamento para direcionar a sua estratégia de vendas de acordo com o perfil de cada um. Para isso, no entanto, é preciso conhecê-los. E para conhecê-los é preciso gerar e reunir informações sobre eles, certo? Dessa forma você pode traçar um perfil e determinar o melhor caminho a seguir para concretizar aquele negócio.

Não reúne informações suficientes 

Mas como fazer isso, você deve estar pensando, se poucos respondem aos questionários que envio por e-mail ou passam informações pelo telefone? É aí que entra a tecnologia do marketing imobiliário digital, com suas ferramentas que geram informações automaticamente. Isso acontece quando ele informa seu e-mail, escolhe o tipo de imóvel que quer ver, a região, a quantidade de quartos, a faixa de preço.

Essas informações vão sendo armazenadas e depois são cruzadas com seus imóveis cadastrados no site para descobrir quais têm mais compatibilidade com o perfil do lead. Isso é feito pelo Costumer Relationship Manager (CRM), um sistema feito exclusivamente para imobiliárias que ainda automatiza várias rotinas diárias, permitindo que você tenha também mais tempo para montar sua estratégia. Os bons softwares imobiliários já vêm com plataforma integrada a vários portais, por exemplo, e otimizados em SEO (Search Engine Optimization), que o ajuda a ter mais visibilidade para os motores de busca.

O importante é você corrigir essas falhas e usar o marketing imobiliário digital para criar canais de interação com seus clientes, desenvolvendo um relacionamento natural que potencializa suas chances de fechar negócio.

E então, se identificou com algumas dessas falhas? Como você tem corrigido ou redirecionado sua campanha de marketing imobiliário digital? Compartilhe conosco a sua experiência! 

Comentários

Posts Relacionados