Imobiliária virtual: ter ou não ter?

Imobiliária virtual: ter ou não ter?

O corretor que está antenado com a mudança do mercado ou que está iniciando carreira com certeza pensa na possibilidade de montar uma imobiliária virtual. E está certíssimo, uma vez que, de acordo com o próprio Google, 90% da busca por imóveis ocorrem hoje pela internet e 70% de todo o processo seja online.

No entanto, é preciso focar no modelo mais adequado para o seu negócio: 100% virtual ou híbrido. O segundo caso é o mais comum, mas não significa que o primeiro não funcione. Quer saber qual o mais adequado para você? Então preste atenção nessas dicas.

Por que ter uma imobiliária virtual

Hoje pode-se dizer que ter uma imobiliária virtual é vital para o seu negócio. Que a maioria absoluta das buscas por imóveis começam online é um fato – por isso é onde você deve estar. Não faz sentido ficar fora da internet se é lá que eu público está.

No entanto, há toda uma parte da burocracia que precisa ser feita presencialmente – e isso também é fato. Mesmo que ela corresponda a 30% do processo (visitação, documentação, relacionamento pessoal, etc) ainda assim ela existe.

Por isso, mesmo que opte por uma imobiliária virtual 100%, aquela que não tem um endereço físico, é preciso ficar atento à parte em que você, ou alguém da sua equipe, esteja disponível para um atendimento olho no olho.

Como saber o melhor modelo de imobiliária virtual

Antes de se decidir pelo modelo de imobiliária virtual, é preciso se fazer algumas perguntas. A primeira delas é em relação ao seu público-alvo.

Você sabe que um dos segredos para o sucesso no ramo imobiliário é um atendimento personalizado. E para isso você precisa conhecer muito bem seu cliente em potencial para aumentar sua taxa de conversão.

Para ter uma imobiliária sem endereço físico, você deve ter certeza de que sua persona é 100% digital. Caso contrário, o modelo híbrido pode ser mais interessante – ter um endereço físico e uma imobiliária virtual ao mesmo tempo.

 

Imobiliária virtual: ter ou não ter?

 

Como funciona uma imobiliária 100% virtual

Uma imobiliária totalmente virtual tem suas vantagens. A primeira delas é que é muito fácil de ser montada: basta um computador, uma conexão com a internet, e um bom CRM (Costumer relationship Manager) integrado a um sistema especializado, telefone e um site imobiliário.

A segunda é que, é claro, toda essa (pequena) infraestrutura sai muito mais em conta. Afinal, você não precisa alugar uma sala nem arcar com taxa de consumo, por exemplo.

Além disso, há várias imobiliárias online que buscam franqueados. Dessa forma, você já pode já começar tendo o respaldo de uma grande infraestrutura montada e um nome consolidado no mercado.

Outra vantagem é poder operar sua imobiliária virtual de casa ou de qualquer lugar do planeta. Como boa parte do processo de compra, venda e locação é feita online, até esse ponto não há necessidade de estar próximo ao cliente.

Depois desse ponto você tem duas opções: ou ir você mesmo assumir a parte presencial – visitação, burocracia, etc – ou acionar remotamente um dos seus corretores. Dependendo do esquema que você montar, é possível trabalhar com parceria em cada região ou ter sua própria equipe.

 

 

Imobiliária virtual híbrida

Já a imobiliária virtual híbrida acumula ambas as modalidades. Além de ter sua equipe montada com toda estrutura física, a imobiliária virtual funciona como uma verdadeira vitrine de sua carteira de imóveis.

Através do site você apresenta imagens, vídeos, informações relevantes sobre o imóveis disponíveis para venda ou locação, e ainda recolhe informações valiosas através do CRM.

Com essas informações você monta sua estratégia de divulgação, captação de cliente, atendimento e fidelização, suprindo sua equipe com informações que possibilitam um atendimento mais rápido e diferenciado.

Ferramentas são essenciais para imobiliária virtual

Seja qual for o modelo escolhido de imobiliária virtual, algumas ferramentas são essenciais:

  • Simulador financeiro – Como a maioria das pessoas considera fazer algum tipo de financiamento, a possibilidade de fazer uma simulação é essencial. Dessa forma, o cliente tem uma visão mais realista de suas condições. Assim, você aumenta as chances de encontrar o imóvel certo para o seu cliente e reduzir o tempo de venda.
  • Site responsivo e veloz – Ter um site imobiliário veloz ajuda a ranquear sua imobiliária do Google. por outro lado, também evita que o visitante migre para a concorrência mais ágil. Da mesma forma, o site deve ser responsivo, atendendo também ao público ao cada vez maior de tablets e smartphones.
  • Visualizador de imagens Fotos e vídeos apresentam os imóveis disponíveis para os clientes. Eles devem ser de qualidade, mostrar todos os ângulos e ambientes. Também devem rodar em um sistema operacional leve que atenda a qualquer ambiente de mídia.
  • Chat e chatbot – Multiplicar os canais de atendimento e criar opções cada vez mais integradas com os clientes cria diferenciais. Além do chat tradicional, considere investir em um chatbot, que praticamente zera a taxa de espera e melhora a taxa de conversão.
  • Endereço e mapa – Aposte na geolocalização para ajudar seu futuro cliente a encontrar seu imóvel e também conhecer melhor a vizinhança. Esse serviço pode fazer uma imensa diferença na sua imobiliária virtual.

Viu como a imobiliária virtual é essencial para negócios imobiliários bem sucedidos?

E você, já decidiu qual a melhor modalidade de imobiliária virtual? Compartilhe com a gente suas ideias!

Comentários

Posts Relacionados