Por que meu marketing imobiliário digital esta falhando?

Por que meu marketing imobiliário digital esta falhando?

Se você acha que vive no mundo real, abra os olhos – ou melhor, o computador. O mundo é online. Seu vizinho está online, seus filhos, seus clientes e, acredite, sua concorrência está online. Então é lá que você também tem que estar, só que para ganhar espaço nesse novo mundo e consolidar a posição da sua imobiliária, você precisa usar as armas certas: o marketing imobiliário digital.

Mas se você já tentou e acha que não teve o resultado que esperava, não desanime. Ele é a forma mais eficiente de conseguir resultados positivos, só que marketing imobiliário digital é muito mais do que colocar anúncios em portais imobiliários, ter uma página no Facebook e uma conta no Instagram.

Só para você ter uma ideia, segundo uma pesquisa em forma de infográfico da empresa WebDAM.com, o inbound marketing gera 54% mais leads que o outbound marketing, ou seja, o marketing de saída.

A mesma pesquisa mostra ainda que o conteúdo é rei: mais de 50% das empresas investem em estratégias de marketing de conteúdo, 78% dos CMO’s acreditam que conteúdo personalizado é o futuro do marketing, tanto online quanto offline.

Ou seja, não dá para ficar fora dessa. Por isso, a questão não é a eficiência do marketing imobiliário digital, mas sim a forma como ele está sendo conduzido. Veja agora porque a sua estratégia pode estar falhando e procure corrigir os problemas o mais rápido possível, porque, com certeza, a concorrência não vai ficar esperando por você.

Falar do próprio umbigo não funciona bem no marketing imobiliário digital

Um erro comum de quem começa a fazer o marketing imobiliário digital é uma certa ansiedade em falar de si mesmo – de seus imóveis, dos seus serviços, de lançamentos e oportunidades imperdíveis. Ué, você deve pensar, mas não é para isso que o marketing imobiliário digital serve? Não, não é.

Pense bem, quantas vezes você já ficou cansado de alguém do grupo que só sabia falar de si mesmo? No marketing imobiliário digital não é diferente. Por outro lado, esse pode ser um vício do marketing tradicional, mas não funciona bem no mundo digital.

Isso porque o consumidor online tem cada vez mais preparo para fazer suas escolhas – e quer fazê-las de forma consciente. Por isso, o que você tem que oferecer são soluções para seus problemas, não o produto pronto. Isso não “cola” mais.

Não significa, no entanto, que você não vai divulgar seus imóveis – e tem espaço correto para isso, que são o seu site e os anúncios. Mas você tem que investir em conteúdo de qualidade, que agregue valor aos seus serviços e faça seu público alvo ter segurança nos seus conhecimentos. A dica, aqui, é usar a Regra de Pareto: 20% de conteúdo específico (sim, falado do seu umbigo, ou seja, das suas ofertas) e 80% de assuntos relacionados, que geram valor para seus clientes.

Por que meu marketing imobiliário digital esta falhando?

 

Não está criando um relacionamento individualizado com o cliente

Pense em um início de namoro: aos pouquinhos você vai conhecendo melhor o outro para poder tomar ações mais assertivas e levar o relacionamento um passo à frente. Da mesma forma deve andar seu marketing imobiliário digital: ele deve se valer das informações que você colhe sobre seus clientes para criar os conteúdos direcionados, que leve seus leads através da jornada de compra até o fechamento do negócio.

Portanto, corretor, esqueça o imediatismo da venda, pense em um relacionamento a longo prazo, que deve continuar mesmo depois do negócio efetivado. Um bom CRM (Customer Relationship Manager) vai ajudá-lo nisso. A ferramenta o ajuda a colher dados sobre os visitantes da sua página de forma que você possa monitorar seus passos e ter mais assertividade de ações.

Ao preencher um formulário ou simplesmente clicar para escolher o tipo, o tamanho e a região de um imóvel, o CRM estará guardando todas essas informações. Em um único lugar você tem os dados coletados, suas observações pessoais sobre aquele cliente, quem já o atendeu, quais os imóveis que visitou e porque não gostou, estágio da documentação etc.

A dica, aqui, é ter um sistema imobiliário completo, que agregue site veloz, intuitivo, responsivo, otimizado em SEO e integrado a redes sociais e portais imobiliários, com um bom CRM. Assim, você pode monitorar instantaneamente o comportamento do visitante e adaptar a estratégia de acordo com os resultados.

Desistir nas primeiras tentativas

O marketing imobiliário digital é eficiente, mas não faz milagre. Como qualquer outra coisa que dependa de estratégia, é preciso atenção, dedicação e um pouco de paciência para que os resultados apareçam e se solidifiquem.

Além disso, a internet ainda é um meio novo, que está em constante mudança – acompanhando, justamente, as mudanças do consumidor. Por isso é preciso acompanhar os resultados de perto e gerar métricas para mudar sua abordagem de acordo com a que está funcionando melhor, redirecionando esforços e recursos sem desperdício de tempo nem dinheiro. E lembre-se, há excelentes profissionais de marketing digital no mercado, você só não pode é abrir mão de ter uma presença online marcante.

Ainda ficou alguma dúvida? Como tem sido sua experiência em marketing imobiliário digital? Compartilhe conosco suas ideias!

Por que meu marketing imobiliário digital esta falhando?

 

Comentários

Posts Relacionados