Redes Sociais: estatísticas de 2017

Redes Sociais: estatísticas de 2017

Hoje não dá para pensar em marketing digital sem levar em conta todo o poder das redes sociais. Longe de ser uma mera especulação, as estatísticas de 2017 mostram que elas estão mais poderosas do que nunca. Algumas, ainda  muito mais baratas do que se imagina.

É o caso do Facebook, por exemplo. A rede, que é a mais popular do mundo, também é a mais barata. Seu custo é em média 35% menor do que nas demais. Os dados fazem parte da pesquisa We Are Social, que mostra muitos outros dados interessantes.

E se é o caso de você simplesmente odiar as redes, está na hora de colocar isso de lado. De acordo com a pesquisa o brasileiro é o povo que mais tempo gasta na interação com as redes sociais, com uma média de 3h43 min por dia.

Veja como pode ser lucrativo usar as redes sociais para fechar mais negócios e promover a sua imobiliária.

Redes Sociais: estatísticas de 2017

Facebook, líder das redes sociais em todo o mundo

Em todo o mundo, mais de 2,7 bilhões de pessoas acessam as redes sociais, de acordo com a pesquisa We are Social. No Brasil, pelo menos 58% da população as acessa no mínimo uma vez por mês. São 120 milhões de usuários brasileiros só no Facebook.

Criado em 2014, ele também é o preferido das marcas. Cerca de 50 milhões de empresas utilizam seus contatos pela rede. Afinal, 32% de todos os usuários do Facebook interagem com as marcas, sendo que 8 milhões de pessoas visualizam os vídeos da rede social. Imagine o que eles não podem fazer pela sua imobiliária?

A pesquisa mostra ainda que praticamente a metade (49%) das marcas que anunciam no Facebook têm retorno 5x maior do seu investimento. Afinal, oito em cada dez brasileiros têm conta no Facebook. A questão, então, é usar os dados para criar sua estratégia de marketing digital nas redes sociais.

Procure, por exemplo, o melhor horário para fazer suas publicações, o que o próprio Facebook fornece. Basta, na página da sua imobiliária, clicar em “Informações”, depois em “Publicações” na lateral esquerda. Ali você vai encontrar os dias e horários em que suas publicações são mais acessadas. Faça um acompanhamento da média por três meses e trace um padrão.

Por tudo isso, os anúncios do Facebook devem ser caríssimo, certo? Nada disso: são 34% mais baratos do que nas demais redes sociais.

Redes Sociais: estatísticas de 2017

Instagram, a mais visual das redes socais

Inicialmente criado para smartphones, o Instagram hoje também pode ser acessado pelo desktop, o que colaborou para aumentar seu alcance. Fundado em 2010 e comprado pelo Facebook em 2012, a mais visual das redes sociais possibilita diferentes formatos de fotos, publicação de vídeos e follow de hashtags.

Só no Brasil são mais de 45 milhões de usuários. Deles, 90% têm menos de 35 anos e 27% dos adolescentes a consideram a segunda rede social mais importante do mundo. Com isso, o Instagram é também uma das melhores redes sociais para serem trabalhadas pelas imobiliárias e corretores autônomos.

Imagine que, ainda apesar de não ser tão popular quanto o Facebook, 68% dos usuários interagem com suas marcas favoritas. além disso, 60% deles afirmam encontrar novos produtos pela plataforma – o que a faz ter 58% mais engajamento do que o Facebook.

O Instagram é a rede social que tem o maior percentual de engajamento das marcas (2,3%) e com usuários 2,5 mais propensos a clicar em anúncios. E não é para menos: são simplesmente 45 bilhões de fotografias postadas, por isso, olho na qualidade do seu material.

Redes Sociais: estatísticas de 2017

Twitter, o microblog de engajamento

Já o Twitter é uma das redes sociais mais utilizadas por quem gosta de estar antenado instantaneamente com tudo o que acontece no mundo. Fundado em 2006, de todas as redes sociais ele é o que tem os maiores percentuais de recomendação de vídeos (48%) e compartilhamento de vídeos de assuntos de interesse (50%).

São 319% de usuários em todo o mundo, com um crescimento de 18% entre os brasileiros em 2016. Os números também são impressionantes: 600 tweets enviados por segundo, 41% deles com opiniões sobre produtos e serviços e 49% seguindo e interagindo com suas marcas preferidas.

Os horários de deslocamento são os melhores para postar, já que a maioria dos acessos são mobile: à noite e em intervalos durante a tarde.

LinkedIn, a maior rede corporativa do mundo

Entre as redes sociais o LinkedIn se destaca pelos negócios B2B, por isso é uma excelente oportunidade para buscar parcerias, aumentar a networking e consolidar a marca entre os pares através da expertise em artigos e digital meetings.

Fundada em 2002 e com 20 milhões de usuários brasileiros, duas pessoas se cadastram na rede a cada segundo, abrangendo um terço de todos os profissionais. E é bom ficar ligado, porque 49% dos decisores e 87% dos recrutadores estão na rede buscando novos talentos e oportunidades de negócios pelo Linkedin. Além disso, 50% dos usuários se mostram mais propensos a comprar ou usar os serviços de marcas que interagem na rede.

Redes Sociais: estatísticas de 2017

Agora que você já conhece as estatísticas das redes sociais em 2017, fica muito mais fácil criar sua estratégia de marketing digital e alavancar suas vendas!

Comentários

Posts Relacionados