SEO para imobiliárias

SEO para imobiliárias

Conseguir não só a tão sonha sustentabilidade, mas a independência financeira tem sido um desafio cada vez maior para vários corretores de imóveis. Afinal, além da imensa concorrência, os tempos de instabilidade econômica e incertezas políticas não têm dado muita segurança para os consumidores fazerem altos investimentos, ao mesmo tempo em que parecem deixar o sonho da casa própria cada vez mais distante.

No entanto, apesar de tudo isso, há várias imobiliárias que não conhecem tempo ruim e continuam mantendo suas vendas em patamares altos. Na verdade isso acontece porque, em vez de olharem para o mercado com desânimo, já aprenderam a criar oportunidades através do marketing digital, usando o SEO para imobiliária.

Mas será que apenas três letrinhas fazem tanta diferença assim? Será que é realmente esse o segredo para se manter no topo da concorrência? No momento em que você entender o que é o Search Engine Optimization vai perceber que sim – e lamentar só estar conhecendo agora essa poderosa ferramenta de marketing imobiliário. Veja como o SEO para imobiliária pode ajudá-lo a alavancar suas vendas e desvende alguns dos seus segredos.

SEO para imobiliária, afinal o que é isso?

Se você pensou no uso de palavras-chave, acertou – em parte. O SEO é muito mais que isso, é um conjunto de técnicas que coloca você nos 10 primeiros resultados dos sites de busca, principalmente no Google. Por que isso? Simples. Porque lá nos primórdios da web, o mundo online ainda era um grande espaço vazio que estava começando a ser preenchido. As plataformas antigas de busca, como Bing,Yahoo ou Cadê, por exemplo, usavam critérios simples para encontrar o que o usuário procurava.

Isso significa que, basicamente, um site, página ou anúncio precisava apenas ter uma boa quantidade de palavras-chave distribuídas em alguns lugares estratégicos para ser encontrado. As palavras-chave (ou keywords), como você sabe, são os termos mais digitados pelos usuários quando fazem uma busca. No caso do mercado imobiliário, podemos exemplificar como “apartamento 3 quartos em Botafogo” ou “casa 2 quartos Penha”.

Quando o Google começou a entrar no mercado, ele chegou mudando um bocado essas regras. Não era apenas a forma, mas o conteúdo que passou a ter relevância para os buscadores. Esses motores de busca começaram a ser alimentados com algoritmos que levam em consideração não apenas a quantidade de palavras-chave, mas sim a forma como o conteúdo é produzido, o valor gerado por ele para o usuário. Ele deve ser também atraente, original, atualizado, oferecer soluções e ter boas imagens.

SEO para imobiliárias

Em português, Search Engine Optimization (SEO) significa ferramenta de otimização para os motores de busca, um conjunto de estratégias que estão sempre mudando, de acordo com o comportamento dos usuários. Sim, os motores de busca podem ser robôs, mas os usuários são seres humanos – seus clientes em potencial. Então pense em um círculo vicioso, onde um alimenta os hábitos do outro. Eles devem se acompanhar simultaneamente, caso contrário não funcionarão nem para um nem para outro.

Por isso o SEO para imobiliária é tão importante, porque se você não produzir seu material de divulgação – seja para seu site, blog, anúncio, portal ou rede social – de forma que ele seja encontrado pelos motores de busca na hora em que um usuário fizer a sua pesquisa, você não será visto. E tanto mais será visto quanto melhor colocado estiver no ranking de resultados, dentro do tráfego orgânico, ou seja aquele em que os cliques não são pagos.

Usando o SEO para imobiliária para fazer conversões

Transformar um simples visitante em lead qualificado ou cliente não é uma tarefa fácil, a menos que você saiba utilizar o SEO para imobiliária, totalizando uma taxa bem maior de conversões do que os links patrocinados, por exemplo.

Não é à toa que 89% dos profissionais de marketing confiam no SEO para melhorar seu tráfego de leads, posicionamento nas buscas e, consequentemente, o tráfego orgânico, como mostra pesquisa realizada em 2015 pela Ascend2. Já um estudo Econsultancy mostrou que 70% das agências de marketing ao redor do mundo e 73% dos profissionais in-house consideram o SEO como uma fonte de excelente ou ótimos resultados (ROI).

Tráfego orgânico e links patrocinados

Tráfico orgânico, links patrocinados, se você ainda não entendeu bem a diferença entre esses dois termos, a hora é essa para você não ficar perdido no SEO para imobiliária. De uma forma bastante simples, podemos dizer que os links patrocinados são os anúncios, aqueles que são pagos para aparecer.

Já o tráfico orgânico é o conteúdo produzido que gera valor ao usuário, mostra a expertise do corretor, leva soluções ao lead, e que aparece nos primeiros resultados porque houve um bom trabalho de SEO – não porque foi anunciado na plataforma AdWords. Eles podem até aparecer basicamente na mesma posição na busca, mas, na prática, o resultado é bastante diferente.

Isso não quer dizer que você não possa ou não deva turbinar seus anúncios com SEO para imobiliária. Ao contrário, com o Google Keyword Planner, por exemplo, você pode usar as palavras-chave para planejar suas ações do AdWords. assim você melhora o desempenho dos anúncios comprados em qualquer rede e sai correndo na frente da concorrência.

On e off-page, o que é isso no SEO para imobiliária?

Basicamente, o SEO para imobiliária trabalha de duas formas: on-page e off-page. O primeiro, como o próprio nome já dá a dica, é a otimização feita na própria página, técnicas que melhoram ou alteram a estrutura interna no site, blog etc. Isso inclui os títulos (ou headers), meta-description, heading tags, URL do arquivo, domínio, atributo alt nas imagens e o conteúdo em si.

E muita atenção a este último: de acordo com o estudo a Econsultancy, 70% dos profissionais consideram o conteúdo o fator mais importante de melhoria em seus projetos de marketing digital, ou seja, ele é considerado a técnica de SEO mais assertiva e efetiva.

A qualidade do conteúdo é determinada pelos motores de busca justamente através do uso e da distribuição das palavras-chave, demonstrando que você, corretor, domina o assunto e não a distribui a de qualquer jeito apenas tentando indexar o texto (keyword stuffing).

SEO para imobiliárias

Por outro lado, o Google também tem formas de avaliar a arquitetura da informação de forma que facilite a sua indexação, entendendo a disposição de imagens, conteúdos e links – a renderização do browser do usuário – através do seu algoritmo Page Layout. Assim ele avalia se a sua página está ou não próxima da média do padrão de qualidade exigido. Por isso é tão importante ter um site imobiliário bem produzido, otimizado e responsivo.

Já em sua forma off-page, o SEO para imobiliária trabalha o link building, que é uma construção relacionada aos links internos levando em consideração a qualidade, quantidade e o texto âncora. Basicamente, os links simples não são muito cotados, ou seja, se é muito fácil, de conseguir, não é muito relevante para o Google. Ele “gosta” de links exclusivos, que diferenciem sua imobiliária das outras.

Produção do site imobiliário faz diferença

Simples? A princípio sim, mas o interessante é que o próprio Google afirma que seus algoritmos de seleção levam em consideração quase três centenas de requisitos para rankear uma página. E faz sentido: se este é justamente o baú do tesouro do Google, porque ele iria entregar a chave?

Por isso, a dica para o corretor de imóveis que quer melhorar seus resultados é investir em SEO, sim, mas de preferência ter um site que já venha otimizado integrado às redes sociais e aos grandes portais – que, por sua vez, também já têm prontas suas próprias otimizações.

Isso não significa que o corretor deva descuidar do SEO para imobiliárias, muito pelo contrário. Ele estará apenas dando um passo adiante, não precisando se preocupar tanto com detalhes técnicos e ficando mais livre para cuidar do SEO em seu conteúdo.

SEO para imobiliárias

Conheça outros critérios do Google

Em um site imobiliário já otimizado, várias questões SEO já estão resolvidas mas há outras que podem ser incrementadas por você. Por exemplo, um sistema imobiliário com site integrado já otimizado em SEO deve ser responsivo, ou seja, trabalhar bem em qualquer tipo de mídia – notebooks, PCs, tablets e smarphones.

Além disso, ele também deve ter uma boa velocidade de carregamento das páginas e já ter palavras-chave em algumas partes estratégicas, como na URL amigável, por exemplo. E, acredite, isso faz diferença: são três dos principais critérios utilizados pelos motores de busca para rankeamento.

Além deles, outros fatores que são utilizados pelo Google são:

Interações nas redes sociais, ou seja, a quantidade de links das suas páginas que são divulgados no Facebook, Instagram, Twitter etc;

A quantidade de pessoas que acessaram seu site através de um link encontrado de forma orgânica no Google;

A quantidade de ações realizadas por cada usuário dentro do seu site;

Quantos outros sites apontam para a sua URL principal (autoridade de domínio);

Quantos e por quanto tempo usuários entraram e ficaram em seu site (índice de rejeição);

Conteúdo: relevância, originalidade, grau de atualidade e qualidade das imagens produzidas.

SEO para imobiliária na prática: como fazer?

Você, corretor de imóveis, consegue imaginar quantos textos são publicados em blogs todos os dias? De acordo com as últimas estimativas, esse número ultrapassa um pouco a marca dos 2 milhões. Nossa, você vai pensar, então produzir conteúdo é um trabalho insano. Mas não é não, justamente por causa do SEO para imobiliária. Como o conteúdo responde pela maior parte dos resultados positivos em otimização, ele merece atenção especial para colocar você lá na frente da concorrência.

Então você deve prestar atenção na produção de cada post – seja ele para as redes sociais ou para seu blog, newsletter etc. – porque é necessário que ele seja otimizado em SEO. A primeira coisa a fazer é conhecer muito bem seu público-alvo, para quem você vai escrever. Sim, porque você vai falar para quem está interessado em ouvir o que você quer dizer, então diga o que tem a ver com a realidade do seu cliente em potencial.

SEO para imobiliárias

Quem são os usuários do seu site? Qual o tipo de imóvel mais procurado, qual o tipo de atividade mais desenvolvida, quais são os interesses das pessoas da região em que você atua? Essas são algumas das muitas informações que você precisa para criar conteúdos realmente interessantes, que gerem valor para seus usuário. Mas como colher esses dados?

É agora que entra a integração de ferramentas que ajudam o marketing digital a melhorar ainda mais o SEO para imobiliária: através de um bom CRM, o Customer Relationship Manager. Entre várias outras coisas, o CRM colhe dados sobre os visitantes da sua página desde o primeiro momento, cada vez que ele opta por um clique, quando preenche um formulário, quando escolhe uma casa em vez de apartamento, por exemplo.

Não apenas ele vai reunindo todas essas informações em um só lugar e ainda cruza esses dados com sua base de imóveis para indicar o mais assertivo, como provém o corretor de informações para a produção de conteúdo. Lembre-se, ele deve gerar valor, oferecer soluções, não apenas mostrar o seu produto. Então nada de só escrever sobre suas ofertas: elas devem ser responsáveis por 20% da sua produção, mas 80% dela deve ser voltada para assuntos relacionados.

O que é isso? Bem se você já percebeu, pelas informações colhidas pelo CRM, que a maioria dos usuários busca apartamentos em vez de casas, faça a maior parte desses 80% de produção voltada para este tipo de público: valorização dos apartamentos na área nos últimos cinco anos, como fazer reformas fantásticas sem correr o risco de mexer em paredes estruturais, decoração para ambientes pequenos, como criar um jardim no apartamento, tendências imobiliárias para os centros urbanos etc.

Tenha a certeza de estar levando informação embasada, escrita de forma leve, coerente e interessante, e sem erros de português. Além de ser um dos critérios usados pelo Google para classificação de conteúdo, erros de gramática, concordâncias ou digitação tiram a credibilidade do seu texto.

Por outro lado, tudo o que você produzir deve ser original, porque os motores de busca também não levam em conta textos duplicados ou cópias – mesmo que seja de você mesmo. Se quer falar sobre o mesmo assunto novamente, atualize-o, use novas informações, busque novos elementos. Recrie-se.

SEO para imobiliárias

Usando o SEO para imobiliária para a descrição de imóveis

SEO para imobiliárias não funciona apenas para conteúdos específicos e relacionados, você também pode e deve otimizar seu site usando-o para a descrição de imóveis. Para isso, valem algumas regrinhas básicas usadas de uma modo geral. Esqueça o excesso de adjetivos e os superlativos, portanto nada de “belíssima casa”, “imóvel perfeito”.

Essa história de expressões matadoras já acabou há muito tempo. Concentre-se em gerar confiança e credibilidade e em utilizar as palavras-chave de forma natural e intuitiva. Use-as nas legendas das fotos, no nome do arquivo de imagem, títulos e subtítulos.

Elabore um texto de fácil compreensão, valorizando os diferenciais do imóvel e com todas as informações mais relevantes. Coloque-se no lugar do visitante: o que você gostaria de saber? O Google também usa a qualidade das imagens como forma de classificação, então escolha sites que possibilitem uma boa quantidade de fotos e em alta resolução.

O que é black hat e white hat em seo para imobiliária

Em média, uma boa estratégia de SEO para imobiliárias leva cerca de quatro meses para mostrar resultados, um tempo considerado entre curto e médio quando estamos lidando com experiências humanas. No entanto, há pessoas que não pensam assim e preferem apostar nas experiências robóticas. Basicamente esta é a diferença entre o black hat e o white hat, duas formas de utilizar o SEO.

No black hat você usa a otimização pensando apenas nos motores de busca. Geralmente essa abordagem tem como resultado páginas de baixa qualidade, spam, e muito provavelmente, penalidades por parte do Google, já que são técnicas que procuram burlar suas diretrizes. Provavelmente você conseguirá aparecer rápido, fazer algum dinheiro, mas terá que arrumar constantemente novas formas de burlar o sistema.

Por outro lado, quem prefere resultados mais demorados, mas duradouros, gerando sustentabilidade e pensando que seus clientes, afinal de contas, são humanos e não robôs, utilizam o white hat SEO – que incluem todas as técnicas que já demonstramos anteriormente.

Google gratifica, mas também penaliza

Se um SEO para imobiliária bem feito é gratificado pelo Google com os melhores resultados na busca orgânica, por outro ele também penaliza quem tenta burlar as regras, como no black hat. É o caso, por exemplo, de quem usa conteúdo duplicado – afinal, o benefício se os 10 primeiros resultados da busca forem iguais?

O conteúdo duplicado deve, portanto, ser uma preocupação constante na hora de otimizar seu blog, site, rede social, etc. Ele pode acontecer por vários motivos, entre eles páginas de conteúdo idêntico para visualização e para impressão, ambas indexadas pelo Google; cópia, pura e simples, de conteúdo;  robôs que lêem o conteúdo da internet atrás de temas específicos e geram automaticamente páginas sobre o assunto (são os chamados scrapers); sites que têm o mesmo rodapé e/ou texto institucional, etc.

Pequenas falhas involuntárias em sites de qualidade comprovada ocorrem, claro, mas o Google também tem formas de perceber quem é cópia de quem. Para isso, usa a data de indexação, por exemplo, já que quanto mais antigo mais chances de aquele texto ser o original, e não cópia.

O Googlebot também penaliza anúncios que prejudiquem a navegação do usuário, como pop-pups que aparecem logo após o usuário entrar no site a partir da pesquisa ou anúncios que tenham que ser fechados para que o conteúdo principal seja visualizado.

SEO para imobiliárias

Outra penalização pode ocorrer por conta do keyword stuffing, que é a repetição excessiva de palavras-chave. Como já dissemos, o texto deve ser intuitivo e elas usadas de forma natural no conteúdo.

A penalização do Google varia com a queda no ranking. A mais branda é a da 30 posições. Por exemplo, se você ocupa a primeira posição, só aparecerá após a trigésima, lá pela quarta página – e isso vale para tudo relacionado ao nome da sua imobiliária, inclusive as buscas pelo nome da empresa.

Há também a perda de 950 posições, mas aparentemente apenas para um grupo de palavras-chave; exclusão do índice quando o site não está de acordo com suas diretrizes; e queda de seis posições para problemas relacionados ao link building.

Entender como o Google funciona ajuda a construir um bom SEO para imobiliária

Apesar de a busca do Google ser basicamente um robô, muito por trás dele é subjetivo. afinal, a empresa é vanguardista, liberal e procura não fazer qualquer tipo de distinção racial, social, geográfica, sexual ou política.

A ideia é levar informação ao usuário, mas uma informação que agregue valor ao seu dia a dia, que faça diferença, que seja relevante. O Google faz dinheiro procurando unir, na medida do possível, todas as linhas editoriais de uma forma saudável.

Justamente por isso existem suas diretrizes, que procuram não ferir as leis vigentes mas que permitem que tudo, praticamente tudo seja encontrado. Por isso, seus algoritmos dão cada vez mais ênfase ao conteúdo relevante e à construção de links e nem tanto ao design, por exemplo. Por isso, em SEO, é comum ouvir dizer que o “conteúdo é rei”.

Por isso, avaliar e compreender o que há por trás do Google, pode ser muito mais importante do que apenas decorar algumas regras. É a própria essência da construção do SEO para imobiliárias, porque, apesar de ser feito de forma automatizada por milhares de servidores, os buscadores são orientados a valorizar o que é melhor para o ser humano. Como para o corretor de imóveis a parte mais importante do seu trabalho é o cliente, deve haver uma harmonia entre as estratégias.

Pode ser que, a essa altura, você esteja pensando que está na hora de contratar um profissional de marketing digital. Muito provavelmente está certo. Afinal, um SEO para imobiliária bem trabalhado é capaz de alavancar as vendas e impulsionar seu orçamento mensal e além disso ainda custa muito menos do que qualquer publicidade tradicional, a off-line. Com certeza esse é um investimento que vale a pena ser feito.

Você já utiliza SEO para Imobiliárias? Está satisfeito com os resultados obtidos? Conte para a gente a sua experiência!

Comentários

Posts Relacionados