Vistoria de imóveis

Vistoria de imóveis

A vistoria de imóveis é um assunto delicado, que merece muito mais atenção do que muitos corretores imaginam. Lógico que todo mundo compreende a pressa do locatário para mudar para sua casa nova, mas a verdade é que uma vistoria bem feita pode evitar muita dor de cabeça. No entanto, ela depende de diversos fatores. Afinal, é nela que devem ser visto pequenos e grandes detalhes que podem ser negociados. Veja o que influencia em uma vistoria bem feita e como garantir a tranquilidade para todos os lados.

Laudo da vistoria de imóveis é documento importante

O laudo da vistoria de imóveis é um documento importante, onde todos os detalhes sobre a conservação do imóvel devem estar descritos. Vazamentos, rachaduras, defeitos ou qualquer problema deve estar apontado na vistoria – da mesma forma que a pintura ou alguma reforma que deva ser mantida.

Dessa forma, é possível negociar antes do fechamento do contrato o conserto e o proprietário tem a garantia de entrega do imóvel no mesmo estado em que foi alugado. Para evitar conflitos, portanto, a vistoria de imóveis deve ser muito bem feita. O ideal é que ela seja feita por um profissional especializado, como um corretor que tenha feito um dos cursos oferecidos pelo mercado. Há ainda alguns aplicativos que podem ajudar na empreitada, como o App Vistoria e o Vistoria Simples.

Vistoria de imóveis

Como deve ser feita a vistoria de imóveis

É preciso tomar algumas precauções na hora de fazer a vistoria de imóveis para que, ao final do contrato, possa ser feita uma comparação justa entre o estado em que o imóvel foi alugado e como está sendo entregue pelo locatário. Para facilitar, faça fotos de tudo.

A dica, aqui, é ter um bom software imobiliário de forma que você possa guardar não só as imagens, mas também os dados referentes a elas. Assim você fica com tudo em um só lugar e consegue montar um laudo de vistoria muito mais eficiente e que pode ser facilmente acessado a qualquer momento.

Com uma base de dados automatizada de cada imóvel, sua administração fica muito mais fácil, segura e rápida, menos sujeita a erros.

Vistoria de imóveis

Faça um cheklist de todos os itens da vistoria

Lembre-se que todos os itens do imóvel devem ser analisados, então comece pelo início: a fachada ou a entrada. Portas e janelas, vidros, maçanetas, campainha.

Depois analise as paredes, se estão com pintura nova, se há rachaduras, bolhas ou estufamentos. Veja o estado de torneiras e chuveiro, se os ralos estão com bom escoamento, se todas as lâmpadas acendem, olhe o quadro de energia.

Anote tudo o que vir, inclusive se falta algum azulejo, se há piso quebrado, se falta sinteco nos tacos ou se a cerâmica está em boas condições. Por fim, vá para a área de serviço e garagem. É muito importante verificar as instalações elétrica e hidráulica.

Fica aqui uma dica: sempre procure fazer a vistoria de imóveis em um dia ensolarado. A luz natural bem melhor para evidenciar problemas do que a luz artificial, mesmo a branca fria.

São muitos detalhes que devem ser analisados, por isso é interessante guardá-los em um CRM (Customer Relationship Manager) juntamente com todos os demais dados referentes ao imóvel, locador e locatário.

Vistoria de imóveis

Como elaborar o laudo da vistoria de imóveis

Há vários modelos de laudos na internet, os chamados templates, que podem ajudar a organizar seus dados. No entanto, é sempre bom personalizar o laudo para criar diferenciais de atendimento.

Lembre-se que esse documento, que é elaborado antes da assinatura do contrato, deve ser assinado por ambos – locador ou imobiliária e locatário. Ao final do período de aluguel outra vistoria de imóvel deve ser realizada para ser comparada com esta e, em caso de haver algum dano ao imóvel, repassá-los aos ex-moradores.

Lembre-se que nos documentos devem constar itens e cláusulas da Lei do Inquilinato (Lei Federal nº 8245, de 18 de outubro de 1991) que garantem esse dever por parte de quem aluga o imóvel.

Mais uma vez, não custa lembrar que profissionalizar a vistoria de imóveis pode ser uma boa saída para evitar problema. Como são vários os detalhes que devem constar no documento, se você não houver um corretor com um curso específico, contratar um arquiteto ou engenheiro pode ser a solução para evitar problemas futuros.

Como costuma fazer a vistoria de imóveis para locação? Tem alguma sugestão a fazer? Deixe sua ideia aqui nos comentários!

Comentários

Posts Relacionados